Bem vindo(a) ao Pedro Cine Foto!

Revela Lomo

Foto: Elmo Alves
Foto: Elmo Alves

Foto: Elmo Alves
Foto: Elmo Alves

Foto: Elmo Alves
Foto: Elmo Alves

 

Sobre revelação de filmes:

A Lomografia trouxe de volta os experimentos na captura e revelação dos filmes. Dentre eles se destacam a revelação cruzada (xpro ou Cross processing) e redscale.

Revelação cruzada

Existem três tipos de filmes ainda disponível no nosso mercado, o colorido negativo, o colorido positivo (slides ou cromo) e o P&B, cada qual possui um processo de revelação específico. A revelação cruzada é a revelação de um filme no processo de outro. O mais usado é a revelação do filme positivo, que utiliza o processo E6 no químico do negativo colorido que utiliza o processo C41. O efeito é quase uma inversão de cores e o aumento da saturação (podendo variar conforme a marca/tipo/ISO).

Redscale

Este experimento é feito na captura. O filme consiste de uma base de acetato onde é depositado varias camadas de gelatina sensiveis a luz/cor. O Redscale consiste em fotografar filme invertido, ou seja, fotografamos nas costas do filme. Para isto é necessário tirar o filme da bobina e rebobina-lo invertido (no escuro total). A sensibilidade do filme cai a metade. Um filme ISO 400 deve ser fotografado com ISO 200. O efeito na foto impressa é uma forte tendência ao vermelho (podendo variar conforme a marca/tipo/ISO).

P&B

Diferente do processamento de filme colorido (negativo ou positivo), a revelção de filmes P&B é específica para cada marca, tipo e sensibilidade, devendo ser controlado o tempo e a temperatura.

Revelação puxada

Cada tipo de filme é projetado com uma certa sensibilidade a luz e este valor é expresso pelo seu ISO. (100, 200 , 400 ...). O ISO é a base para se determinar qual a abertura do diafragma e qual a velocidade do obturador necessário para uma captura correta da imagem em um determinado momento. Existem duas técnicas que permitem modificar a sensibilidade deles. A primeira, mais utilizada, é chamada de PUXAR um filme - consiste em, por exemplo, utilizar um filme de ASA 100 como se fosse de ASA 200 (filme puxado 1 stop) ou de ASA 400 (filme puxado 2 stops). O inverso chama-se REDUZIR um filme (somente para filmes P&B), por exemplo usar um filme de ASA 100 como se fosse de ASA 50 (filme reduzido 1 stop). Estes métodos são práticos quando fomos apanhados desprevenidos com o filme errado ou para criar efeitos propositados. Tanto para filmes P&B quanto para colorido o efeito é o aumento da granulação e o contraste.

Rua da Bahia, 485 - Centro - Belo Horizonte - M.G.
Tel.: (31) 2128-3400 - (31) 3213-3311
CNPJ 17.227.448/0001-45